• 24 de junho de 2024

Cientista brasileira cria repelente que mata o mosquito da dengue em superfícies

mar 11, 2024

O primeiro repelente do mundo para aplicação em tecidos, roupas e superfícies que mata o mosquito da dengue em segundos é brasileiro.

O produto foi criado por Fernanda Checchinato, CEO da empresa de alta tecnologia Aya-Tech, que integra o ecossistema brasileiro de startups e é pioneira no Brasil no uso de nanotecnologia em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) de produtos de saúde e bem estar.

Fernanda é engenheira química e cientista PhD pela UFSC, Doutora em Ciência e Engenharia de Materiais pelo Laboratório CNRS da Universidade de Lyon (França), pesquisadora na Japan International Cooperation Agency, ex-docente do Senai CTC Criciúma e da UFSC, é autora de seis patentes de inovação tecnológica

Aya Tech é empresa paulista integrante do ecossistema brasileiro de startups e pioneira no Brasil no uso de nanotecnologia em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) de produtos de saúde e bem estar. Criadora do primeiro repelente do mundo contra o mosquito da dengue para aplicação exclusiva em roupas, tecidos e superfícies afirma que o produto é inodoro, antialérgico, inofensivo para crianças, idosos, gestantes e animais.

O produto foi desenvolvido no ano de 2010 pelas mãos da cientista Fernanda Checchinato,

Criado em 2015, o Protec é o primeiro repelente do mundo certificado no Brasil pela Anvisa e foi responsável por adicionar mais uma camada de proteção para a população na luta contra o Aedes aegypti, já que tornou possível o uso de um produto pioneiro para aplicação exclusiva em tecidos e superfícies. Até então, as pessoas se protegiam monitorando vasos, pneus e outros objetos com água parada (algo que fazemos até hoje, já que são potenciais focos de proliferação das larvas do mosquito da dengue) e com uso de repelentes em forma de creme ou em spray para a pele.

Com a chegada do Protec, a barreira de segurança contra a doença ganhou novas proporções. Inodoro, antialérgico e inofensivo para humanos, inclusive crianças, idosos e grávidas, animais e meio ambiente, o Protec é aplicável em camisetas, bonés, casacos, mantas, cobertores, edredons, lençóis, fronhas, toalhas, cortinas, tapetes, sofás, meias, elásticos e tiaras de cabelo, coleiras de animais, uniformes, tênis e roupas em geral e até mesmo em telas de mosquiteiros, carrinhos de bebês, bancos de carros, pisos, paredes, azulejos, vasos, batente de portas, janelas, livros, barracas de camping e barcos. As aplicações são inúmeras e podem ser feitas com segurança em qualquer tipo de superfície capaz de absorver os ativos do produto, com proteção comprovada por testes laboratoriais de até 60 dias ou 20 lavagens. 

“O Protec é fruto de um meticuloso trabalho que durou cinco anos e envolveu pesquisas e desenvolvimento com nanotecnologia e recursos próprios. O Protec é sustentável e não existia nada como ele em todo o mundo antes do seu lançamento – por isso tenho muito orgulho, além de um incontestável respaldo científico, em afirmar categoricamente que ele é uma criação exclusiva da Aya-Tech, ao contrário do que dizem alguns concorrentes por aí. O Protec é pioneiro, inovador e protege contra o mosquito da dengue, contra insetos causadores de doenças como febre amarela, Zika vírus, Chikungunya, leishmaniose e Síndrome de Guillain-Barré e contra pragas urbanas que infernizam a vida das pessoas e provocam alergias e outras patologias de pele, como ácaros, traças, baratas, traças, carrapatos, piolhos, formigas, pulgas, muriçocas, borrachudos e moscas”, afirma Fernanda.

Desenvolvido a partir de uma combinação de componentes químicos com os compostos naturais permetrina (princípio ativo do repelente, retirado da flor crisântemo) e água, o Protec tem a capacidade de afastar os insetos porque quando uma pessoa usa uma roupa, uma meia ou um boné, se deita em uma cama com lençóis, fronhas e cobertor ou se senta em um sofá onde o Protec foi aplicado, o inseto sente o princípio ativo do produto e se afasta imediatamente. Se ainda assim, o malfeitor insistir em pousar ou passar perto da superfície aplicada, ele acaba absorvendo os ativos e entra em estado de paralisa e morte. É o chamado efeito ‘knock-out’, com ação fulminante para o vetor da dengue.

Além do carro-chefe Protec com 1% de ativos em versão spray, a Aya-Tech possui em seu portfólio outras soluções inovadoras desenvolvidas com alta tecnologia por Fernanda Checchinato e equipe, a exemplo do repelente em aerossol Bite Block, que conta com 0,5% de ativos, protege contra insetos e pode ser facilmente transportado na bolsa ou na bagagem em voos nacionais e internacionais, o repelente para pele Fly, bactericidas, fungicidas e viricidas para roupas, antissépticos sem álcool para mãos e corpo e a linha Gy de cosméticos infantis tipo slime que colore a pele da criança sem causar qualquer tipo de alergia ou desconforto e incentiva a higiene dos pequenos de forma lúdica e divertida.

Atualmente, a empresa trabalha também ativamente no desenvolvimento de um repelente para aplicação em couro e em um produto para sapatos para portadores de epidermoliose bolhosa. Todos os itens de beleza, saúde e bem-estar da  Aya-Tech são desenvolvidos com os mais altos padrões da indústria, não são testados em animais e são inteiramente veganos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *